Vender online com o seu supermercado?

Uma pesquisa nacional feita pela consultoria Ebit/Nielsen, entre os dias 19 e 25 de março de 2020, mostrou:

Dados da Associação Paulista dos Supermercados (Apas) mostram que as compras online do segmento cresceram 107% no período de 23 a 29 de março em São Paulo, epicentro da Covid-19 no país.De acordo com a operadora de cartão Elo, as vendas pagas pela rede no e-commerce de supermercados subiram 45% no dia 1º de abril na comparação com a média dos dias 5 de janeiro até 22 de fevereiro, período anterior ao coronavírus. 

Mas como ter a certeza que meu supermercado está pronto? Ao longo desse artigo vamos te mostrar que sim, você está pronto desde saiba usar soluções ao seu favor.

Porque transformar meu supermercado para o online?

A comodidade que o consumidor tem ao comprar seus produtos online, é um dos grandes diferenciais deste modelo de negócio. E se isso tem funcionado tão bem em outros segmentos, por que não funcionaria no ramo alimentício? Alguns supermercados fizeram essa pergunta e, percebendo as inúmeras possibilidades que essa modalidade oferece, resolveram investir em supermercados online e hoje já conseguem ter uma renda de mais de 20% pelo e-commerce. 

As vantagens de criar este tipo de canal vão além da comodidade. Vender online permite atingir um número bem maior de clientes, de outros bairros ou regiões, e tudo vai depender de quão bem você estrutura sua operação de entregas.

Afinal, se o seu cliente está online. Porque o seu supermercado não estaria? 

Caminho sem volta

Os especialistas ouvidos pelo G1 acreditam que a crise do coronavírus vai acelerar o aumento do supermercado online, e que é um caminho sem volta, para consumidores e empresas.

“É um formato que ninguém pode ficar fora. O consumidor não tem problema de pagar para entregar, ele já faz isso no mercadinho próximo da casa dele. O problema é entrar no site, escolher os produtos e, às vezes na entrega, não chegar exatamente o que ele pediu”, diz o consultor Manoel de Araújo.

 Relacionamento digital com o cliente é fundamental. Hoje estar no online é se comunicar diretamente com clientes que nunca frequentaram à loja física também, são pessoas que sem sequer ter contato físico com ambiente de loja, já a conhece e até já consomem da marca. Estar no online não é uma opção, é parte do varejo. Afinal é necessário quebrar os muros das lojas físicas para alcançar mais e vender mais.

“Tecnologia tem, mas ninguém dava muita atenção. Agora é hora das empresas tirarem da gaveta esses projetos. Para o consumidor, não importa como chega, o importante é chegar", diz Roberto Wik, da Cognizant.

Como montar seu supermercado online?

O primeiro passo é definir a forma de venda online e buscar empresas ou plataformas que possibilitem a entrada no mundo digital. Nesse primeiro momento, o ideal é contratar uma empresa especializada em programação e interface para desenvolver uma estrutura que atenda a todas as necessidades do seu supermercado. É importante também possuir um software prático e intuitivo para vender online, no qual os clientes possam realizar as compras sem complicações.

Feito isso, o próximo passo é pensar na logística do negócio. É preciso planejar e gerenciar o estoque, organizar os pontos de distribuição pela cidade de forma eficiente, assim como, direcionar uma equipe especializada para cuidar das vendas online.

Para garantir credibilidade para o seu supermercado online é necessário deixar claro para o consumidor as especificações do serviço de entrega, como o valor do frete, o prazo e a disponibilidade e dias e horários.

Como funciona vender online?

Assim como qualquer outra loja virtual, o consumidor acessa o site ou aplicativo do supermercado, escolhe os produtos, adiciona ao carrinho, faz um cadastro informando dados pessoais e o endereço de entrega, escolhe o método de pagamento e entrega, finalizando a compra. O supermercado ficará encarregado de selecionar os produtos escolhidos e realizar a entrega no prazo acordado.

Quais vantagens em ter e-commerce para meu supermercado?

Ao contrário de uma loja física, quando você passa a vender online o alcance geográfico se torna muito maior, sendo uma das maiores vantagens de ter um e-commerce, já que maior alcance significa mais vendas.  

Diferente das pessoas que criam uma loja virtual sem um conhecimento prévio, você já tem toda a experiência necessária para começar a vender online. Além disso, você já sabe como fazer um negócio rodar, como controlar as finanças, estoque, fluxo de caixa... Esse conhecimento adquirido ao longo dos anos como lojista offline se torna um diferencial na hora iniciar a vender online.

Mais praticidade aos clientes

Ao abrir um e-commerce você consegue oferecer mais praticidade aos consumidores. Afinal, o ambiente digital permite que se faça pesquisas e comparativos de preços com facilidade, algo muito valorizado atualmente. Além disso, garante que mesmo quem mora longe da loja física possa consumir os seus produtos, recebendo-os em casa. Diferencial que ajuda a aumentar a sua carteira de clientes, devido a flexibilidade e mobilidade que a internet oferece.

Facilidade para monitorar os consumidores

Além de contar com informações do seu próprio negócio, é possível descobrir detalhes relacionados ao perfil dos seus consumidores. Com base no comportamento de quem acessa o site/aplicativo da loja, você saberá, por exemplo:

Integração com outros canais

Como o e-commerce já está inserido no cenário digital, instigar seus clientes a seguirem sua loja em redes sociais já é um passo para integrá-los em outros conteúdos. Além de abranger outros públicos, as redes sociais ajuda a aproximar seu público com a loja e assim criar fidelidade.

Atendimento mais personalizado e melhor experiência ao consumidor

Com a internet, o lojista consegue ter um melhor acompanhamento ao perfil do seu consumidor, através de dados e pesquisas. Com isso, o atendimento pode ser mais personalizado ao seu cliente e melhorar a experiência do seu consumidor, com o marketing e o cadastro do cliente na loja, por exemplo, que ajudam a fidelizá-lo.

Expansão de menor custo

Quando pensamos em ampliar as frentes de atuação de um negócio, é normal considerarmos grandes custos. Mas, no caso de uma loja virtual, os valores são consideravelmente mais baixos do que se compararmos com a abertura de um novo endereço físico.

Começar a vender online é simples

Criar uma loja virtual não vai exigir grandes conhecimentos para o supermercadista. Criadas para facilitar a experiência dos lojistas, elas não exigem conhecimentos técnicos.

Dessa forma, cadastrar seus produtos vai exigir algum tempo, mas não é difícil. Além disso, por meio de poucos cliques, você já vai poder integrar meios de estoque, pagamento e de entregas ao seu e-commerce.

Como podemos ver, o cenário é promissor para quem aposta nesse modelo de negócio. E a boa notícia é que, agora, você já tem noção das vantagens do e-commerce, podendo aproveitar as melhores oportunidades com preparo e buscar formas de superar os seus principais desafios.

Se você é um empreendedor e está analisando possibilidades de ampliar seu negócio, fazer com que a sua loja física vá para a internet pode ser a jogada certa! Afinal, já pensou em 1 mês aumentar as vendas do seu supermercado em até 25%? 

Entre em contato com nossos especialistas e descubra como nossos clientes conseguem alavancar suas vendas com um aplicativo próprio!