Inovações nas formas de pagamento

Entre os diversos comentários que a novidade gerou, desde os memes que lotaram a internet até economistas preocupados com o que a cédula representa para a o futuro do país, o destaque que vamos dar está relacionado aos comentários sobre a dificuldade para encontrar o troco para pagamentos com uma nota de 200 reais.

Falar de troco e pagamento em dinheiro nos faz pensar nas mudanças que as operações financeiras vem sofrendo ao longo dos anos e também em como essas inovações podem afetar a rotina das empresas. Esse contexto levanta o questionamento: até quando o pagamento em espécie ainda fará parte da rotina dos consumidores e lojistas?

Entenda neste artigo como as inovações nas formas de pagamento podem afetar seu supermercado e por que a preocupação com o dinheiro para o troco pode não estar mais tão presente na sua rotina de vendas!

Por que se preocupar com os meios de pagamentos?

Os meios de pagamento não costumam ser motivo de atenção da maioria dos empresários. Para o proprietário ou gestor do negócio, a implementação de formas de pagamento é apenas um passo para começar a vender. Entretanto, a maneira como seu cliente vai pagar pelos produtos é um ponto chave de relacionamento, que interfere a fidelização do consumidor.

O motivo disso é simples: enquanto as empresas enxergam o caixa e a máquina de cartão como objetos de pouca importância, o ato de pagar é uma parte essencial da experiência do cliente. Dessa maneira, surgem cada vez mais inovações nas formas de pagamentos que se preocupam em facilitar as transações e permitir maior segurança entre as duas partes.

Caso você, proprietário de empresa, não esteja atualizado sobre o que está por vir no mundo das transações financeiras, este artigo é para você.

Quais as inovações nas formas de pagamento?

Para iniciar com um contexto, no Brasil, segundo reportagem do ecossistema de inovação Distrito, os meios de pagamentos mais utilizados são: 

Esse dado mostra algo que já é esperado sobre a forma de consumo dos brasileiros. No entanto, precisamos estar atentos às mudanças que ocorrem agora e podem impactar no futuro. 

Nos últimos anos surgiram diversas formas de pagamentos que prometem mudar a relação do consumidor com as empresas e já são utilizadas por uma parcela da população que coloca a comodidade em primeiro lugar. Conheça aquelas que têm maior destaque e prometem ganhar bastante adesão das pessoas nos próximos anos.

NFC (Near Field Communication)

Essa inovação engloba os pagamentos que são feitos apenas por aproximação, quando o consumidor consegue pagar aproximando o celular da máquina de cartão, por exemplo.

O NFC é uma solução que pode ser entendida como uma comunicação com proximidade. Também conhecida como Contactless, ela permite que os consumidores realizem pagamentos apenas aproximando seus smartphones de máquinas de cartão e, em alguns casos, funciona também entre dois smartphones.

A troca de informações para a transação entre os dois aparelhos é criptografada e tem a grande vantagem de ser um processo rápido e sem a necessidade de contato direto do cliente com a máquina de cartão (preocupação de muitas pessoas após o surgimento do COVID-19).

Para que um lojista possa usar essa tecnologia, é necessário apenas uma máquina de cartão de qualquer adquirente que tenha o sistema operacional atualizado para receber esse tipo de pagamento e uma conexão estável com a internet.

Carteiras digitais

Esse método de cobrança já é muito utilizado nas transações digitais, seja em pagamentos de recorrência ou compras únicas em e-commerce e/ou serviços online. Porém, as carteiras digitais vêm ganhando espaço nas lojas físicas, inclusive nos varejos alimentícios.

As carteiras digitais são, na verdade, um tipo de serviço que faz o papel intermediário entre a conta bancária do cliente e o caixa da loja. Os exemplos mais conhecidos são a Apple Pay e o Google Pay, nos quais o consumidor pode depositar fundos ou manter seu cartão de crédito/débito como forma de pagamento.

Dessa forma, a carteira está o tempo todo pronta para realizar algum pagamento. O usuário precisa apenas autorizar por uma senha ou com sua digital e a transação entre comprador e vendedor está completa.

Pagamentos com QR code

Atualmente o QR code é uma opção muito usada por conta da segurança oferecida, por não gerar uma necessidade de interação com uma conta bancária e pelas taxas reduzidas.

Para receber pagamentos por QR code o lojista e o consumidor precisam de uma conta em uma mediadora de pagamentos. Após isso, a empresa tem um QR code personalizado para receber seus pagamentos e o cliente precisa apenas apontar a câmera do celular para o código. Existem algumas empresas que possibilitam essa transação, alguns exemplos são:

A grande vantagem é a versatilidade para exibir o código de pagamentos, podendo ser colocado um adesivo no caixa, a imagem em uma tela e até mesmo a imagem em outro celular para mostrar o QR code.

Como seu supermercado pode se beneficiar dos novos meios de pagamento?

Agora que você conhece as inovações nas formas de pagamento, que soluções podem ser implementadas no supermercado e como elas podem beneficiar suas vendas?

Satisfação do cliente

No geral, ter uma diversidade de opções também é sinônimo de uma maior satisfação dos clientes. Isso ocorre porque cada pessoa tem suas particularidades e necessidades específicas. Quando o consumidor encontra um local no qual pode pagar da maneira mais conveniente (ou até mesmo que aceita sua única opção para pagamento), é muito provável que a loja conquiste um cliente fiel. 

Os exemplos de tipos de recebimentos que a lojas podem ter vão desde o vale alimentação até o recebimento por aplicativos que geram cashback para os clientes, uma prática que incentiva a compra recorrente e o aumento do ticket médio.

Praticidade e segurança

Outra vantagem de buscar novas soluções em pagamentos para seu supermercado é garantir mais praticidade e segurança para os consumidores. Isso pode ser visto em todo um novo modelo de vendas que surgiu recentemente, chamado Low Touch.

Assim como outras inovações nas formas de pagamento, esse modelo de vendas busca automatizar todas as etapas possíveis do processo de compra e reduzir ao máximo o contato do cliente com a empresa para realizar o pagamento. Uma tendência que já ganhava força e passou a ser ainda mais buscada pelos consumidores com a nova necessidade de segurança sanitária.

Caso você tenha dúvida de como implementar o Low Touch no seu supermercado, todas as tecnologias citadas anteriormente reduzem o tempo e o contato necessário para a compra. Então, ao implementar qualquer uma delas, sua marca já ganha um destaque na experiência do consumidor.

Facilidade nas compras online

Por fim, disponibilizar de diversos meios de compras para os clientes facilita a experiência dos compradores no e-commerce. Assim como todo o contato com o consumidor é diferente na venda online, o processo de pagamento também precisa se adaptar a essa realidade.

As inovações que podem ser utilizadas no supermercado vão desde o recebimento de pagamentos através de cartões e carteiras virtuais, até a possibilidade de criar um formato de pagamento exclusivo da marca, que gera descontos em compras recorrentes e incentiva a fidelização dos consumidores.

A nova cédula de R$200,00 reais gerou uma grande repercussão como novidade na economia brasileira. Porém, o supermercadista que está atualizado, deve saber que mais importante ainda é olhar para as tendências que já não envolvem mais o pagamento em dinheiro, e se preparar para adotar as inovações nas formas de pagamento, dando prosseguimento à transformação digital da sua loja!

O que achou do conteúdo? Quer receber ainda mais novidades que vão te ajudar a melhorar a gestão do seu supermercado? Aproveita e inscreva-se na newsletter da Mercadapp.